Artigos
  • MARCOS ASSUNÇÃO
    A neutralidade acredito que seja o aspecto mais frágil em ambos os projetos
  • GISELE NASCIMENTO
    A advocacia contemporânea não nos permite mais ficarmos sentados
/ EX-GOVERNADORES DO RIO

Tamanho do texto A- A+
31.10.2019 | 11h02
STJ nega Habeas Corpus a Anthony e Rosinha Garotinho
O recurso também pede a anulação do processo em razão de incompetência de juízo
Reprodução/TV Globo
Anthony Garotinho: ex-governador do Rio
RAFA SANTOS
DO CONSULTOR JURÍDICO

O ministro Leopoldo de Arruda Raposo, do Superior Tribunal de Justiça, negou nesta quarta-feira (30) Habeas Corpus impetrado em favor dos ex-governadores do Rio de Janeiro Anthony e Rosinha Garotinho.

O recurso que foi negado liminarmente contestava decisão de 1ª grau que havia decretado a prisão preventiva e o recurso negado pelo Tribunal de Justiça do Rio De Janeiro.

No pedido, a defesa de Garotinho alega constrangimento indevido da decisão de primeira instância, a falta de contemporaneidade entre os fatos e o decreto prisional e o estado de saúde frágil do réu.

O recurso também pede a anulação do processo em razão de incompetência de juízo e que ele seja encaminhado à Justiça Eleitoral. A transferência sustentada pela defesa é baseada em entendimento recente do STJ que determina que crimes de caixa dois relacionados a processos de corrupção devem ser julgados por lá.

Ao analisar o caso, o ministro Leopoldo de Arruda ponderou que a “deficiente instrução dos autos impede melhor compreensão do processo”. Ele também recorda que é ônus do impetrante a correta instrução dos autos e que a jurisprudência pacífica do STJ nesses casos é pelo indeferimento.

Clique aqui para ler a decisão
HC 543.156


Voltar   

Nenhum Comentário(s).
Preencha o formulário abaixo e seja o primeiro a comentar esta notícia
Comente está matéria

Confira também nesta seção:



Copyright © 2019 Midia Jur - Todos os direitos reservados
Trinix Internet