Artigos
  • GISELE NASCIMENTO
    Existem mulheres que se aproveitam da lei para “sacanear” muitos homens
/ ACORDO JUDICIAL

Tamanho do texto A- A+
15.01.2020 | 15h00
Advogado que agrediu porteiro vai indenizá-lo em R$ 30 mil
Caso ocorreu em abril do ano passado em um edifício localizado no Bairro Duque de Caxias
Reprodução
Cenas foram registradas pela câmera de monitoramento do edifício
THAIZA ASSUNÇÃO
DA REDAÇÃO

O advogado Namir Luiz Brenner fez um acordo na Justiça e vai pagar uma indenização de  R$ 30 mil, por danos morais, ao porteiro Wanderley Nunes Xavier, do Edifício Cecilia Meireles, no Bairro Duque de Caxias.

O advogado agrediu o porteiro com socos e chutes no dia 28 de abril de 2019.

A agressão foi filmada pela câmera de monitoramento interno do edifício.

O acordo foi feito durante uma audiência de conciliação no final do ano passado.

Os R$ 30 mil devem ser pagos em cinco parcelas. A primeira, no valor de R$ 10 mil, e as demais no valor de R$ 5 mil. A última vence em março.

Segundo o acordo, caso o advogado não cumpra com o combinado, será fixada multa de 20% sob o valor da causa.

Ainda por conta do caso, Namir foi condenado em outro processo, a pagar R$ 10,6 mil para o edíficio, correspondente à imposição de multa aprovada em assembleia geral extraordinária do edifício. 

O caso

Segundo o boletim de ocorrência elaborado pela Polícia Militar, o episódio aconteceu porque o porteiro pediu para o advogado se identificar como morador do prédio, uma vez que ele estava em uma caminhonete com os vidros escuros.

Ainda conforme o boletim de ocorrência, o advogado então não teria gostado de ser abordado e passou a xingar o trabalhador. Após entrar no edifício, foi até a guarita, onde começaram as agressões.

As imagens gravadas mostram o advogado, primeiro, entrando na sala onde o porteiro fica. Em seguida dá alguns empurrões nele e chega inclusive a chutar a cadeira onde o trabalhador estava sentado.


Pelas imagens, ainda é possível ver o momento em que o advogado dá chutes e socos no porteiro, mas este não reagiu. O B.O. relata que o advogado ainda o ameaçou de morte.

Leia mais: 

Advogado agride porteiro de edifício em Cuiabá e é detido pela PM


Voltar   

Nenhum Comentário(s).
Preencha o formulário abaixo e seja o primeiro a comentar esta notícia
Comente está matéria

Confira também nesta seção:



Copyright © 2020 Midia Jur - Todos os direitos reservados
Trinix Internet