Artigos
  • THAYSON HENRIQUE MOTA
    Tribunais inferiores continuavam a proferir decisões pela formação de grupo econômico sustentando o poder de comando em face da mera identidade de sócios
  • RODRIGO CARVALHO
    Não cabe a nenhum órgão de controle interno ou externo e ao Judiciário criar limites à função do procurador
  • RENATO NERY
    Quanta gente não se embriagou com milionários cargos públicos supridos pela desenfreada corrupção?
  • VICTOR MAIZMAN
    A Constituição impõe que no tocante ao ICMS, quanto mais essencial for o produto ou serviço, menor deve ser a alíquota

Tamanho do texto A- A+
05.07.2014 | 11h31
Esvaziando a garagem
Após entregar Hilux, advogado agora fica sem moto
DA REDAÇÃO
O juiz da 1ª Vara Especializada de Direito Bancário de Cuiabá, Paulo Sergio Carreira de Souza, deferiu liminar para busca e apreensão de moto da marca Yamaha pertencente ao advogado Marcos de Souza Barros.

De acordo com os autos, Marcos Barros não teria quitado parte do valor da motocicleta.

Em abril deste ano, o advogado também teve que se desfazer de sua camionete Toyota Hilux como penhora à indenização que ele deve pagar ao presidente do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJ-MT), desembargador Orlando Perri.

A ação contra Barros foi movida por Perri, porque o advogado "teria alterado a verdade dos fatos" em uma ação popular proposta contra o desembargador.

Leia mais sobre o assunto:

Advogado entrega carro para indenizar Perri


Advogado quer depoimento de Gurgel; juíza questiona


TJ vê “vingança” e mantém multa contra Marcos Barros

STJ suspende ação penal de Perri contra Marcos Barros


Voltar   

Nenhum Comentário(s).
Preencha o formulário abaixo e seja o primeiro a comentar esta notícia
Comente está matéria

Confira também nesta seção:



Copyright 2012 Midia Jur - Todos os direitos reservados
Trinix Internet